Cinquenta anos são decorridos desde que chegaram em Vila Alpina alguns irmãos acompanhados pelo Pastor Raimundo Nonato Barreto, iniciando um trabalho em um humilde salão alugado, porém, com fervorosas reuniões com pregação da Palavra de Deus. Foi seu primeiro dirigente o Diácono Roberto Montanheiro, até o dia 25 de março de 1952. Segue-se após este período como dirigente o Presbítero Luiz Cairo, ficando até novembro de 1952. Após esta data a responsabilidade passou para o Presbítero Alfredo Araújo, cujo término de sua gestão foi até outubro de 1953. Seu sucessor, o irmão João Vitorino, dirigiu a congregação até julho de 1954.

Dando sequência, o já então Evangelista Roberto Montanheiro, ficou a frente do trabalho até o dia 28 de novembro de 1957, quando Deus pela sua vontade soberana traz para tomar o Evangelista Pedro Pereira Bonfim, que dirigiu os trabalhos até agosto de 1961. O irmão Roberto Favarim ficou somente de agosto à outubro do mesmo ano, sendo designado o Presbítero Francisco Silvio Passianoti, o qual ficou de outubro de 1961 à janeiro de 1962. Através do Espírito Santo de Deus tomou posse em 22 de Janeiro de 1962 o Pastor Luiz Cairo até 8 de agosto de 1967, sendo substituído pelo Pastor Francisco Rufino de Oliveira que presidiu o já Campo de Vila Alpina até 1972.

Vindo da distante cidade de Bauru o Pastor Manoel Ferreira hoje Presidente da CONAMAD que dirigiu o campo de Vila Alpina de 1972 à 1976 sendo então substituído pelo Pastor Ataíde Rodrigues de Lima no período de maio de 1976 à maio de 1979. Aprouve a Deus que pela terceira vez o Pastor Luiz Cairo assumiu o campo em 6 de maio de 1979 até que o Senhor o recolheste para sua glória, sendo seu sucessor o Pastor Eugênio Virginio da Silva, o qual pastoreou por aproximadamente 6 anos. O Pastor Abner Cássio Ferreira presidiu o Campo de setembro de 1989 até agosto de 1991, tendo como sucessor o Pastor Antonio Larentis que pastoreia o Campo em franco crescimento até o dia de hoje.

O trabalho em Vila Alpina tem crescido gradativamente com Congregações na Capital de São Paulo, cidades do Interior, como Matão, Severina, Santa Fé, Olímpia, Gavião Peixoto, São João da Boa Vista, Mirandópolis, Primeira Aliança, Ilha Solteira, Ribeirão Pires, Mauá e nos Estados da Bahia, Pernambuco e Piauí. Deus tem um grande propósito sobre este trabalho, basta confiarmos.