Somos gratos a Deus pela comemoração do 37º aniversário da Mocidade Heróis da Fé da AD Vila Alpina/Brumado, nos dias 25 e 26 de agosto, onde o Senhor nos surpreendeu, operando muito além do que pensávamos e pedimos, respondendo ao propósito que fizemos de 40 dias de jejum e oração.

Orando uns pelos outros, unidos em amor, pudemos viver o sobrenatural de Deus!

Agradecemos ao Pastor Jorge Fiorelli e ao ministério da igreja pela confiança, a juventude Heróis da Fé por todo esforço e trabalho, por todos os amigos e irmãos que são intercessores deste trabalho.

Deus abençoe as igrejas que cooperaram conosco: AD Vila Alpina/Jd. Natal, Efésios no Brasil, AD Vila Alpina e AD Vila Alpina/Nova Carrão, como também aos cantores que foram canal de Deus em nossas vidas, Rodrigo Baldino (Torre Forte) e Sara Chaiany (AD Jordanópolis) e ao baterista diácono Junior Fazzio (AD Vila Alpina) que nos presentearam com suas participações. Sem palavras para agradecer a cada um de vocês.

Fomos confrontados fortemente pela Palavra ministrada pelo Ev. Silvio Silva (AD Jd. Climax) na sexta-feira e pela Miss. Nora Nei Martins (IE Resgate) no sábado, dentro do tema escolhido: “Já estou crucificado com Cristo e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim.” Gálatas 2:20, com a divisa: “ O jovem cristão contemporâneo e o desafio de viver pela fé.

Valores invertidos, a ideia de que devemos viver o hoje como se não houvesse amanhã e a constante busca pela felicidade na realização pessoal, fazem parte da filosofia de vida contemporânea secular e podemos culpar isto pelo esfriamento da igreja e o crescente movimento dos desigrejados.

Mas o foco é a luta que travamos dentro de nós mesmos, pois o que nos faz viver em amor, esperança e fé (I Co 13.13) é abrir mão de nossos próprios desejos, nossos sonhos e vontades para vivermos a Vontade soberana de Deus em tudo.

Que possamos, como membros de um mesmo corpo, a noiva gloriosa de Cristo, termos nossos olhos abertos e enxergarmos a real necessidade de buscarmos em Deus, intimidade profunda o suficiente para vivermos uma vida de renúncia ao pecado, não mas nós, mas Cristo em nós.

 

Coop. Pâmela de Almeida Mauricio